Arouca, Freita e Passadiços (T-1059)

1º dia: Lisboa / Espiunca / Arouca
Partida de Lisboa por Coimbra, Oliveira de Azeméis e Arouca. Almoço. De tarde saída para Espiunca. Início do percurso nos passadiços do Paiva, construção que permite acompanhar as margens deste rio de rara beleza e com a sua água em estado de pureza acima da média. Este percurso pedonal tem cerca de 3 kms. Saída para Canelas. Visita ao Museu das Trilobites, Centro de Interpretação Geológica local, para conhecer os importantes fósseis em ardósia aqui encontrados. Continuação para Arouca. Jantar e alojamento.

2º dia: Arouca / Castanheira / Lisboa
Pequeno-almoço. Visita do santuário e miradouro de Nª Sra. da Mó, sobranceiro à vila de Arouca e portanto com uma excelente paisagem. Na vila, visita ao Mosteiro de Sta. Maria de Arouca. Documentado desde o séc. X, nele se destacam a igreja, o coro das freiras, os claustros, o refeitório e a cozinha. Tempo para compras de artigos regionais. Almoço. De tarde partida percorrendo a serra da Freita para visita ao miradouro sobre a Cascata da Mizarela, queda de água com cerca de 60 metros em pleno rio Caima, continuando até Castanheira, para visita à Casa das “Pedras Parideiras”, fenómeno de granitização único no nosso país. Continuação por Coimbra e regresso a Lisboa.



Nota: Procurámos seleccionar nos Passadiços do Paiva o percurso mais fácil a todos os passageiros para uma primeira abordagem, com ida e volta pelo mesmo trajecto de modo a que a qualquer momento possam efectuar retorno ao ponto de partida para reagrupamento. É de todo aconselhável a utilização de vestuário e calçado prático, assim como chapéu.


Fim dos nossos serviços