Desde 295 €

por pessoa


1º dia: Lisboa / Alcains / Fornos de Algodres 
Partida de Lisboa por Torres Novas e Gavião para visita à singela aldeia histórica de Castelo Novo. Continuação por Castelo Branco para Alcains. Almoço. De tarde, partida por Proença-a-Velha para visita a Monsanto, situada em localização estratégica e com a sua população afável que mantém tradições como o adufe. Segue-se por Penamacor para Sortelha. Visita a uma das mais belas aldeias, com o seu pelourinho manuelino, casas brasonadas recuperadas a rigor e portas de muralhas altaneiras. Partida para a Fornos de Algodres. Jantar e alojamento.

2º dia: Fornos de Algodres / Figueira de Castelo Rodrigo / Fornos de Algodres
Pequeno-almoço. Partida para visita a Almeida. Mantendo intacto o seu duplo sistema fortificado, recorda-nos o seu passado na defesa da linha fronteiriça, com um nível de conservação significativo. Continuação para visita à emblemática aldeia fortificada de Castelo Rodrigo, com um nível de conservação invejável e uma paisagem impressionante. Chegada a Figueira de Castelo Rodrigo. Almoço. Partida para Pinhel. Tempo para visita e continuação por Vila Franca das Naves para visita a Trancoso. O ar medieval de Trancoso acolhe o visitante que percorrer as suas vielas, lembrando as “trovas” de Gonçalo Bandarra. Partida para a Fornos de Algodres. Jantar e alojamento.

3º dia: Fornos de Algodres / Coja / Lisboa  
Pequeno-almoço. Partida por Celorico da Beira e Seia para a reconhecida aldeia de Piódão. Visita à pitoresca aldeia, anichada na serra do Açor, que é um verdadeiro convite à fotografia. Continuação para Coja, situada na margem do rio Alva. Almoço. De tarde, continuação por Poiares, Miranda do Corvo e Avelar, para Casal de São Simão. Visita à pitoresca aldeia, construída em xisto e muito encanto. Saída pelas proximidades de Tomar e Torres Novas para regresso a Lisboa.

Aldeias da Beira
Para chegar a algumas destas aldeias, as estradas são sinuosas, mas dão ainda mais verdade a esta viagem. As Aldeias Históricas e Aldeias do Xisto são marcas importantes que potenciaram a recuperação de muitas aldeias do Centro de Portugal, todas diferentes, todas encantadoras, cada uma à sua maneira. Parecem ter sido construídas pedra sobre pedra, granito ou xisto, com carinho, muito preciosismo e bom gosto.


Fim dos nossos serviços

Nota 1: Circuito com lugares limitados.
Nota 2: Para melhor desfrutar deste circuito, aconselhamos a utilização de vestuário e calçado prático, assim como chapéu.